Home > Destaque > Doutora pelo PPGAn conquista Grande Prêmio de Teses da UFMG

Imprimir Voltar

Doutora pelo PPGAn conquista Grande Prêmio de Teses da UFMG

Intitulada A desconstrução do esquecimento em contexto de conflito ambiental: arqueologia e etnografia da comunidade de Miguel Burnier, Ouro Preto, Minas Gerais, a tese de Luana Carla Martins Akinruli conquistou o Grande Prêmio na área de Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes. Orientada pelo professor Carlos Magno Guimarães, do Programa de Pós-graduação em Antropologia da Fafich, ela concorreu com 21 trabalhos.

A pesquisadora desenvolveu um estudo de caso na comunidade de Miguel Burnier, no Quadrilátero Ferrífero-aquífero, no contexto do conflito ambiental provocado pelo início das operações de mineração da Gerdau, em 2003. Segundo a autora, as atividades da empresa resultaram em “uma afluência de arruinamentos sucessivos e repentinos”. A comunidade, de acordo com o resumo da tese, “amparou-se em diversas formas de resistência que incluem não somente as ferramentas legais, mas também armas simbólicas que são associadas à preservação de sua história e seus reflexos materiais, como os bens patrimoniais”.

Além de pesquisa histórico-documental e prospecções arqueológicas, Luana Martins realizou geoprocessamento e estudo etnográfico para construção de uma narrativa desenvolvida junto, com e para a comunidade.

Os autores dos melhores trabalhos defendidos em 2018 foram escolhidos por comissão ad hoc instituída pela Câmara de Pós-graduação entre as 55 teses indicadas por seus respectivos programas, agrupadas em três grandes áreas do conhecimento: Ciências Agrárias, Ciências Biológicas e Ciências da Saúde; Ciências Exatas e da Terra e Engenharias e Ciências Humanas, Ciências Sociais Aplicadas, Linguística, Letras e Artes.

A tese está disponível em: https://repositorio.ufmg.br/handle/1843/BUBD-BCDH4A

Com Cedecom UFMG

Destaque

Últimas Notícias

Ver todos >