Home > Destaque > Jornadas de Retórica e Argumentação promove novo evento

Imprimir Voltar

Jornadas de Retórica e Argumentação promove novo evento

No dia 31 de outubro, a professora Júlia Batista Castilho de Avellar ministra a palestra Diálogo dos oradores e poetas:  poder imperial, “censura” e a retórica amorosa de Ovídio. O evento, promovido pelo Grupo de Pesquisa Retórica e Argumentação da UFMG, acontece a partir das 19h, no auditório Prof. Bicalho, 1º andar da Fafich.

A oposição entre retórica e poesia é uma tópica frequente entre os retóricos e oradores romanos, bem como a ideia de um declínio da eloquência na Roma imperial, conforme assinalaram Quintiliano e Tácito. Em um contexto de centralização do poder político e silenciamento da oratória, a poesia emerge, porém, como alternativa para a incorporação da retórica, e as produções de Ovídio, no início do período imperial, já registram esse fenômeno. Na atividade, será discutida como a poesia ovidiana de exílio, ao contemplar a autodefesa do poeta expulso de Roma, oferece uma “aula” sobre retórica e, com isso, reconfigura uma série de elementos da retórica antiga. Ovídio propõe e incorpora em seus versos uma nova espécie de retórica, definida pelos parâmetros do Amor e do erotismo característicos de sua poesia, com base nos quais ele põe em discussão as relações entre poder, censura, retórica e poesia.

Júlia Batista Castilho de Avellar é pesquisadora do NEAM (Núcleo de Estudos Antigos e Medievais da FALE/FAFICH – UFMG) e professora de latim na Fundação Torino. É licenciada em Letras, Latim e Português, pela UFMG (2013), mestre em Estudos Literários (área de Literaturas Clássicas e Medievais) pelo Pós-Lit/UFMG (2015) e doutora em Letras (área de Literaturas Clássicas e Medievais) pela mesma instituição (2019). Seus interesses de pesquisa envolvem os seguintes temas: latim clássico, poesia augustana, lírica de exílio, intertextualidade, recepção clássica e teoria na poesia da Antiguidade.

Jornadas de Retórica e Argumentação

O objetivo das Jornadas, desde seu início em 2014, é reunir, periodicamente, estudiosos de retórica e análise do discurso, docentes e discentes, a fim de divulgar os trabalhos desenvolvidos na UFMG e em outras instituições nacionais e internacionais, em diferentes áreas de conhecimento ligadas à retórica (filosofia, direito, letras, história, comunicação, entre outras). Buscamos estimular o debate interdisciplinar, a partir da cooperação de diversos especialistas, além de dar visibilidade a representantes dos principais grupos de retórica e áreas afins no Brasil, e, na medida do possível, a pesquisadores de universidades estrangeiras. O evento, promovido pelo Grupo de Pesquisa Retórica e Argumentação, é coordenado pelas professoras Helcira Maria Rodrigues de Lima (Presidente da Sociedade Brasileira de Retórica/SBR, 2017-8), da Faculdade de Letras (FALE), e Maria Cecília de Miranda Nogueira Coelho (Presidente da Associação Latino-Americana de Retórica, 2015-8 e da SBR 2010-12), da FAFICH.

Destaque

Últimas Notícias

Ver todos >