Apresentação

O Laboratório de Estudos sobre Trabalho, Cárcere e Direitos Humanos – LabTrab – é um programa de Ensino, Pesquisa e Extensão vinculado ao departamento de Psicologia da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais.
Criado em março de 2000, constitui-se em importante espaço de formação, reflexão e produção sobre o mundo do trabalho e sobre instituições de segregação, integrando quatro eixos temáticos:

  1. Trabalhos marginais, informais, ilícitos e precarizados;
  2. Trabalho em instituições de segregação;
  3. Relação saúde e trabalho;
  4. Repercussões psicossociais do encarceramento.

Em cada eixo desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão, orientadas pela perspectiva teórico e metodológica das Clinicas do Trabalho, com destaque para Psicossociologia do Trabalho e Ergologia.
Todas as ações aqui desenvolvidas convergem em um ponto central: a formação de profissionais e pesquisadores comprometidos com a construção de uma sociedade pautada no respeito e efetivação dos Direitos Humanos.


Participantes

Alunos de graduação, mestrado e doutorado da UFMG e participantes externos à universidade.


Objetivos

  • Constituir-se em um centro de referencia em formação, pesquisa e intervenção sobre o Trabalho e o encarceramento;
  • Formar alunos de graduação e pós graduação para trabalhar com pesquisa intervenção;
  • Produzir material didático e informativo;
  • Desenvolver disciplinas de graduação e pós graduação sobre trabalho e encarceramento.

Parcerias Institucionais

  • Instituto DH, formação, pesquisa e intervenção em direitos humanos e cidadania
  • Centro de Apoio Operacional às promotorias de Direitos Humanos do Ministério Público de Minas Gerais
  • Ministério Público do Trabalho de Minas Gerais – MPT-MG
  • Pastoral Carcerária de Minas Gerais
  • Grupo de amigos e Familiares de Pessoas em Privação de Liberdade de Minas Gerais
  • Conselho da Comunidade da comarca de Belo Horizonte

Inserção Internacional

Possui inserção internacional por meio de projetos comuns desenvolvidos com pesquisadores do Conservatoire National des Arts et Métiers – CNAM (FR) e Universidad de Cordoba (AR).