Cadastre-se e receba nossos informativos

Institucional

O Núcleo de Estudos do Pensamento Contemporâneo, sediado na FAFICH, tem uma natureza supra-departamental e interdiciplinar, abrigando pesquisadores de diferentes áreas da filosofia e das ciências humanas, em sua maioria da UFMG, mas com ramificações em várias IFES mineiras, como a UFU, a UFJF e a UFJM.

Seu principal objetivo é favorecer - num ambiente instigante e acolhedor - a discussão de um conjunto de temas da atualidade provenientes de diferentes segmentos do pensamento contemporâneo, como as novas biotecnologias e a questão antropológica, as novas formas e experiências da subjetividade, a questão das identidades coletivas, os dilemas do multiculturalismo, as tarefas e os desafios da ética, as novas experiências do pensamento e da racionalidade, a reivenção do intelectual, etc.

Além dos pesquisadores, o Núcleo visa também favorecer a aproximação de estudantes de graduação e de pós em suas diferentes atividades, permitindo a troca intensa e contínua de experiências e preparando os futuros experts nos grandes temas e desafios da contemporaneidade.

As atividades do Núcleo abrangem grupos de pesquisa, seminários permanentes, eventos variados (mesas-redondas, colóquios e congressos), cursos e mini-cursos, publicações, etc.

Desde a sua fundação, o NEPC está desenvolvendo a pesquisa Biotecnologias e o futuro da humanidade, apoiada pela FAPEMIG, na modalidade Programa de Apoio a Núcleos Emergentes (PRONEM), iniciado em 2009, com foco nas implicações antropológicas das novas biotecnologias, e concluindo agora a segunda fase, com foco na questão das regulações, visada em seus aspectos éticos, jurídicos e políticos.

Numa e noutra fase, embora o foco tenha sido alterado, o desafio continua o mesmo: pensar as novas biotecnologias na perspectiva das humanidades, buscando as interfaces com as biociências e as bioengenharias, e procurando estabelecer as bases de uma pesquisa interdisciplinar lastreada pela filosofia e as ciências humanas e sociais.