Skip links

Livro publicado pela UERJ discute práticas e diálogos de profissionais da Psicologia com pessoas transexuais

Transdiversidades: práticas e diálogos em trânsitos, organizado por Anna Paula Uziel e Flávio Guilhon, é uma coletânea de 29 artigos sobre as experiências de psicólogos e estagiários de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e de profissionais de outros estados e instituições brasileiras que enfrentam e refletem sobre os desafios vividos pelas pessoas transexuais. O livro, publicado pela EdUERJ, será lançado no dia 21 de junho, às 18h30, na Sala de Leitura Dirce Cortes Riedel, no Rio de Janeiro.

O evento contará ainda com debate dos autores e com o lançamento conjunto do livro Retratos da política LGBT no estado do Rio de Janeiro, de Sergio Carrara, Silvia Aguião, Paulo Victor Leite Lopes e Martinho Tota.

A ideia do livro surgiu da inquietação e da potência do tema em extrapolar o seminário “Desafios das Práticas no Campo das Transdiversidades”, ocorrido em agosto de 2014, na UERJ, para então tornar-se uma coletânea de artigos de profissionais que apontam a diversidade do tema. Parte da obra discute a experiência dos profissionais que trabalharam nos centros de atendimento de Cidadania LGBT do Programa Rio Sem Homofobia, das cidades de Duque de Caxias, Nova Friburgo, Niterói e Rio de Janeiro, e integraram o convênio, vigente desde 2010, entre o Laboratório Integrado de Diversidade Sexual e de Gênero, Políticas e Direitos (LIDIS), órgão de extensão e pesquisa da UERJ, e a Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos (SuperDir) da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro (SEASDH).

A obra, uma compilação extensa e corajosa do trabalho de profissionais diante de seus desafios e diálogos com a temática, deu origem a uma reunião de saberes, abordagens e novos olhares sobre as possibilidades, limitações e precariedades que marcam a rede de serviços dedicados às pessoas trans. Os debates apresentados nos artigos assumem corajosamente a questão da violência como ação limitadora, restritiva e constrangedora para que as pessoas transexuais possam assumir plenamente seus direitos à cidadania, face à necessidade urgente de novos saberes e estratégias para experiência plena desses sujeitos e suas identidades de gênero. Assim, Transdiversidades é do tamanho de seu desafio e formaliza a necessidade de um debate amplo, reafirmado pela missão da Universidade de produção de conhecimento, da superação de saberes e, sobretudo, da necessidade inconteste do investimento em pesquisa e práticas profissionais que estejam atentas às reais demandas, sejam elas individuais, coletivas ou diversas.

 

A obra integra a coleção “Sexualidade, Gênero e Sociedade” e é uma publicação do Centro Latino-Americano em Sexualidade e Direitos Humanos (CLAM), que abrange três séries: Sexualidade e Gênero nas Ciências Sociais, Sexualidade em Debate e Sexualidades e Cultura. O CLAM foi criado no âmbito do Programa em Gênero, Sexualidade e Saúde do Instituto de Medicina Social da UERJ (IMS/UERJ)

Lançamento:

Transdiversidades: práticas e diálogos em trânsitos – Anna Paula Uziel e Flávio Guilhon (organização)

 Editora Eduerj – 504 p.

Data: 21/6/2017

Horário: 18h30

Local: Casa de Leitura Dirce Cortes Riedel. Rua das Palmeiras 82. Botafogo. Rio de Janeiro.

 

(Fonte: EdUERJ)

Reader Interactions

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *