a

Lorem ipsum dolor sit amet, conse ctetur adip elit, pellentesque turpis.

Tel: (31)3409-5042          e-mail: ppg.psi.cogcom@gmail.com          horário de atendimento: 08:00h as 12:00h

Laboratórios

  /  Laboratórios

No LEAD são realizadas atividades de pesquisa e extensão com foco no desenvolvimento de crianças com Transtornos do Espectro do Autismo (TEA) e relacionadas ao desenvolvimento da linguagem oral e escrita em crianças com desenvolvimento típico e atípico. As atividades de extensão consistem em três serviços principais:

  • a intervenção precoce para crianças com TEA, baseada no modelo Denver;
  • um treinamento para pais de crianças com TEA, em fase de teste;
  • o Programa Praia, que promove palestras quinzenais para pais e profissionais interessados em melhorar sua compreensão sobre o TEA.

Parte das atividades do LEAD são realizadas em parceria com o Departamento de Terapia Ocupacional, da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional da UFMG, e há também colaborações em projetos com as professoras Carolyn B. Mervys, da University of Loisville (EUA), e Catharine H. Echols, da University of Texas at Austin (EUA).

Todas as ações de extensão envolvem, simultaneamente, atividades de pesquisa.

Professores membros: Dra. Cláudia Cardoso-Martins e Dra. Maria Luísa Magalhães Nogueira.

Sala: 2000, FAFICH – Campus Pampulha.

Contato: 3409-3804

No LECCA são conduzidas pesquisas sobre diversos temas relacionados à cognição, comportamento e aprendizagem, dentro da perspectiva da Análise do Comportamento, Psicologia Cognitiva e Neurociência Cognitiva. Dentre os temas estudados estão: medidas comportamentais e eletrofisiológicas do comportamento simbólico, aquisição e desenvolvimento da linguagem e do comportamento simbólico, processos cognitivos e neurais subjacentes a codificação e evocação de memórias, desenvolvimento sociocognitivo, processos básicos de aprendizagem, desenvolvimento de procedimentos de ensino, etc.

Os professores do LECCA possuem parcerias com instituições nacionais e internacionais. Dentre elas, destaca-se a colaboração com o Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia sobre Comportamento, Cognição e Ensino – INCT-ECCE.  

Professores membros: Dr. Antônio Jaeger, Dr. Edson Massayuki Huziwara, Dr. Renato Bortoloti, Dra. Thais Porlan de Oliveira e Dra. Viviane Verdu Rico.  

Sala: 2012, FAFICH – Campus Pampulha

Contato: lecca.ufmg@gmail.com

O LAICO tem como proposição fomentar a investigação de constructos psicológicos relacionados ao domínio da psicologia-educação, focando tanto em estudos de validade quanto em estudos sobre processos. Estudos de validade de modelos teóricos, validade de constructos, construção e validade de instrumentos psicológicos, aplicação de técnicas avançadas de análise de dados e estudos de processos de ensino-aprendizagem, fazem parte das atividades usuais realizadas no LAICO. Atualmente o LAICO tem concentrado seus estudos na investigação dos constructos relacionados a metacognição, funções executivas e autorregulação, abordagens de aprendizagem, assim como análises psicométricas de instrumentos educacionais de larga-escala, como o ENEM.

O LAICO desenvolve atividades em parceria com os professores Hudson F. Golino, da University of Virginia (EUA); Leandro S. Almeida, da Universidade do Minho (Portugal); Carla Barroso da Costa, da Université du Québec à Montréal (Canadá); Denise Fleith, da Universidade de Brasília; Enio Jelihovschi, da Universidade Estadual de Santa Cruz; e Rochele Paz Fonseca, da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Professor responsável: Dr. Cristiano Mauro Assis Gomes

Sala: 4036, FAFICH – Campus Pampulha

O Laboratório de Neuropsicologia do Desenvolvimento (LND-UFMG) funciona no Departamento de Psicologia da FAFICH-UFMG desde 1997. Os objetivos do LND-UFMG são pesquisar sobre os mecanismos cognitivos e desenvolver instrumentos diagnósticos e procedimentos de intervenção para os transtornos do desenvolvimento.

Desde 2008 o trabalho do LND-UFMG tem se concentrado na área de cognição numérica. Os principais temas de pesquisa são: a) Interação entre mecanismos genéticos e cognitivos implicados na aprendizagem típica e atípica (discalculia do desenvolvimento, ansiedade matemática, síndromes genéticas) da matemática (inteligência, senso numérico, processamento fonológico, processamento visoespacial, funções executivas, motivação, emoções); b) instrumentos para o diagnóstico neuropsicológico de discalculia do desenvolvimento e ansiedade matemática; c) adaptação de estratégias cognitivo-comportamentais para intervenção com jovens apresentando dificuldades com a matemática.

Alguns dos diferenciais do LND-UFMG são: a) pesquisa teórica e translacional; b) formação em pesquisa e clínica; c) modelos de processamento de informação como referencial teórico; d) perspectiva interdisciplinar sobre a neuropsicologia; e) correlação genótipo-fenótipo do desempenho em aritmética; f) parcerias nacionais e internacionais. Cultivamos um ambiente de trabalho estimulante, competitivo porém altamente colegial.

As pesquisas do LND-UFMG já foram divulgadas em mais de 96 artigos científicos, 4 livros e 73 capítulos de livros. O LND-UFMG já formou 12 doutores, 40 mestres e também contribuiu para a formação de mais de duas centenas de alunos de iniciação científica.

O coordenador do LND-UFMG é o Prof. Vitor Geraldi Haase (vghaase@gmail.com) do Departamento de Psicologia da FAFICH-UFMG. Também atua no LND-UFMG a Profa. Maria Raquel Santos Carvalho do Departamento de Biologia Geral do ICB-UFMG.

Parcerias Internacionais do LND-UFMG

O LND-UFMG funciona nas salas 2014 e 2016 da FAFICH-UFMG.

Sala: 2016, FAFICH – Campus Pampulha

Contato: 55/31/34096295.

O Laboratório de Processos Cognitivos (LabCog) foi inaugurado no início da década de 1990. As atividades desenvolvidas no laboratório pelos dois professores que o coordenam e por seus alunos de doutorado, de mestrado e de iniciação científica abrangem temas da Psicologia Cognitiva, Psicologia do Desenvolvimento e Terapia Cognitiva, com ênfase nas áreas de processos cognitivos básicos, linguagem oral e escrita (avaliação e intervenção), e emoções e psicopatologia, com atuação nas áreas de pesquisa, extensão e docência.

Projetos coordenados pela Prof.ª Dr.ª Ângela Pinheiro

1. Integração entre o saber acadêmico e a educação básica: novas perspectivas para o alfabetizador (extensão e pesquisa)
2. Alfabetização com excelência para todos: formação de professores a distância com base em evidências científicas (pesquisa).

A professora Dra. Ângela Pinheiro coordena as atividades do site Dislexia Brasil em parceria com a professora Dra. Leonor Sciliar Cabral, da Universidade Federal de Santa Catarina. O Dislexia Brasil é a versão brasileira de um curso online e gratuito para professores sobre a dislexia. É vinculado ao programa Dyslexia International, coordenado pelo professor  Dr. Vincent Goetry.

Projetos coordenados pelo Prof. Dr. Maycoln Teodoro

1. Comportamento suicida em jovens e adultos, desenvolvido em parceria com o professor Dr. Edward Chang, da University of Michigan.
2. Avaliação e intervenção cognitivo-comportamental para depressão em pacientes diabéticos.
3. Escala da Tríade Cognitiva para Crianças e Adolescentes (ETC): construção dos itens e análise psicométrica.

Professores membros: Dra. Ângela Maria Vieira Pinheiro e Dr. Maycoln Teodoro

Sala: 2022 A, FAFICH – Campus Pampulha

O Laboratório de Avaliação e Intervenção na Saúde (LAVIS) foi criado em 2018 com o objetivo de desenvolver métodos de mensuração e intervenção nos processos de saúde e seus determinantes individuais, ocupacionais e sociais. Especificamente, pretende-se, através do uso de metodologia qualitativa e quantitativa, construir e adaptar instrumentos de avaliação psicológica que possam ser utilizados para investigar fatores de risco e proteção associados ao adoecimento e bem-estar físico, psicológico e social de crianças, adolescentes, adultos e idosos. Ademais, pretende-se elaborar e testar a eficácia de modelos e/ou protocolos de intervenção cognitivos e socioemocionais direcionados à prevenção e ao tratamento de transtornos psicológicos diversos. Aliada a esses dois braços está a proposta de estudos epidemiológicos relacionados a transtornos mentais e do neurodesenvolvimento, sejam eles relacionados à população geral ou a grupos específicos, como trabalhadores e estudantes.

O laboratório pretende não somente descrever os fatores associados aos processos de adoecimento e bem-estar do ser humano, mas, sobretudo, construir modelos explicativos para esses processos nos âmbitos da clínica e das instituições.

Professores membros:

Profa. Dra. Elizabeth do Nascimento

Profa. Dra. Marcela Mansur-Alves

Sala: 4006, FAFICH – Campus Pampulha

Contato: lavisufmg@gmail.com