Sob uma perspectiva comparativa entre as sociedades brasileira e portuguesa, investigou-se a atuação dos media no fomento de práticas discursivas e participação política, identificando diferentes padrões discursivos no jornalismo cívico e nos media massivos.

A pesquisa permitiu a caracterização e análise da relação que os meios de comunicação estabelecem com as práticas deliberativas e processos de prestação de contas em diferentes contextos democráticos.

Três grupos de pesquisa estiveram envolvidos no projeto. O Grupo do Labcom (Universidade da Beira Interior – Portugal) investigou a contribuição do jornalismo cívico para o fomento de práticas discursivas e da participação política. Já o Grupo EME (UFMG – Brasil) trabalhou prioritariamente com o processamento dos discursos sociais pelos media. O Grupo “Comunicação e Democracia” (UFBA-Brasil), por sua vez, focalizou nas potencialidades da internet em relação às práticas políticas contemporâneas e o Estado.

Objetivos:

– Caracterizar padrões argumentativos de atores do centro do sistema político e da sociedade civil nos domínios dos media massivos e do jornalismo cívico, através de estudos de casos sobre políticas públicas e problemas de identidade, reconhecimento e inclusão social;

– Examinar o padrão democrático de iniciativas digitais em rede implementadas por governos, partidos e órgãos da sociedade civil;

– Articular as relações entre os media e os processos de “participação política”, “prestação de contas” e “transparência” do Estado em perspectiva comparativa no contexto brasileiro e português;

– Refinar metodologias para a implementação e a análise de práticas de deliberação, em contextos diversificados.

Resultados:

– Realização de 3 missões de trabalho de pesquisadores brasileiros (Rousiley Maia, Juliana Botelho e Jamil Marques) na instituição portuguesa parceira;

– Oferta dos seguintes cursos nos programas de pós-graduação na UBI:

a)    “Publicidade comercial e visibilidade pública: uma análise das possibilidades críticas da publicidade para fomentar o debate e a participação”, ministrada pela pesquisadora Juliana Botelho

b)    “New Media e Democracia Participativa: Possibilidades, Limites e Efeitos Políticos da Comunicação Digital”, ministrada pelo professor Francisco Jamil Marques

– Oferta do curso “Democracia, jornalismo e deliberação”, no Programa de Pós-graduação da UFMG, ministrado pelo professor João Carlos Correa, da UBI

– Realização da Conferência Internacional “Media e Deliberação”, entre 14 e 16 de maio de 2010, Universidade da Beira Interior, Covilhã, Portugal

– Realização da Conferência Internacional “Public Sphere Reconsidered”, em 19 e 20 de maio de 2011, na Universidade da Beira Interior, Covilhã, Portugal

– Realização de seis seminários internos ao grupos

– Realização de estágio sanduíche da doutoranda Edna Miola na UBI, no período de 01/03/2011 a 30/06/2011;

Comunicação e Deliberação Democrática no Brasil e em Portugal: Programa CAPES-FCT – Edital – CGCI – nº 010/2009/ Processo nº: 283/2010

 Coordenadores: Prof. Dr. João Carlos Ferreira Correia (Grupo Labcom – UBI – Portugal) – colocar link para o grupo de pesquisa;  Prof. Dr. Wilson da Silva Gomes (Grupo Comunicação e Democracia – UFBA) e Profa. Dra. Rousiley Maia (UFMG-Brasil)

Agências de fomento: CAPES/FTC

Parceiras: Universidade da Beira Interior – UBI – Portugal; Universidade Federal da Bahia – UFBA e Universidade Federal de Minas Gerais

Início: 2009
Término: 2011