Arquivo anual 2018

porMobiliza UFMG

Tese do prof. Daniel Reis ganha prêmio Capes de Tese 2018

Nessa segunda (1º), foram divulgados os resultados do Prêmio CAPES de Tese 2018, que concedeu ao docente e membro do Mobiliza Daniel Reis Silva o prêmio de melhor tese da área de Comunicação e Informação por sua pesquisa “Relações Públicas, Ciência e Opinião: lógicas de influência na produção de (in)certezas”. A tese desenvolvida no PPGCOM UFMG, sob orientação do prof. Márcio Simeone Henriques, investiga, sob a ótica das Relações Públicas, as dinâmicas de influência nas discussões sobre as mudanças climáticas antropogênicas. Os pesquisadores vencedores são premiados com certificado, medalha e bolsa de pós-doutorado.

A tese agora concorre ao Grande Prêmio CAPES de Tese Aurélio Buarque de Holanda, categoria na qual disputa com as outros trabalhos selecionados nas áreas de Ciências Humanas, Linguística, Letras, Artes, Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinar (Ensino e Ciências Ambientais). Junto às categorias Casimiro Montenegro Filho — Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinar (Materiais, Biotecnologia) — e Vital Brazil — Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Ciências Agrárias e Interdisciplinar —, forma a fase seguinte do prêmio.

A pesquisa também já havia sido vencedora dos prêmios de melhor tese ABRAPCORP 2018 PPGCOM UFMG.

Para conferir a lista de trabalhos premiados, clique aqui.

porMobiliza UFMG

Mobiliza participa da II Jornada de Comunicação Pública na UFRGS

Foi realizada nessa semana (27–29/ago), em Porto Alegre, a segunda edição da Jornada de Comunicação Pública, colóquio nacional promovido em parceria entre o Mobiliza, da UFMG, e o Núcleo de Pesquisa em Comunicação Pública e Política (NUCOP), da UFRGS. O objetivo do evento é qualificar a formação em pós-graduação e as pesquisas em comunicação pública, comunicação política e mobilização social, por meio de debates sobre trabalhos em desenvolvimento. A novidade nesta edição foi a integração de um grupo de pesquisadores da UFSC, orientados pelo prof. Dr. Carlos Augusto Locatelli, além de professores da UFSM.

No dia 27, um painel com o tema “Práticas e questões normativas da comunicação pública” abriu a programação, tendo como componentes: o prof. Dr. Carlos Locatelli (UFSC), o prof. Dr. Márcio Simeone Henriques (Mobiliza/ UFMG) e a profa. Dra. Maria Helena Weber (NUCOP/UFRGS), bem como a mediação do prof. Dr. Rudimar Baldissera (UFRGS). Em seguida, uma mesa com a participação de pesquisadoras e profissionais de comunicação apresentou a perspectiva da experiência em comunicação pública, a partir de projetos sociais de democratização de mídias, pesquisas em propaganda de saúde pública, comunicação institucional, entre outros.

A programação seguiu nos dias 28 e 29 com a apresentação, em um grupo unificado, dos trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores e discentes integrantes dos grupos de pesquisa. Foram cinco sessões temáticas presididas pelos docentes à frente dos grupos e colaboradores. Na ocasião, cada trabalho desenvolvido recebeu as contribuições dos demais pesquisadores, com suas diferentes perspectivas e filiações. Na avaliação final do encontro, foi unânime entre os presentes a percepção da riqueza das discussões e de sua contribuição para os futuros desdobramentos dos projetos.

porMobiliza UFMG

Tese do PPGCOM/UFMG vence o V Prêmio Abrapcorp de Teses e Dissertações

A tese de Daniel Reis Silva, defendida no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UFMG e orientada pelo Professor Márcio Simeone Henriques, foi vencedora do Prêmio Abrapcorp de Teses e Dissertações – edição 2018. A distinção é anualmente conferida pela Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação Organizacional e Relações Públicas, cujo resultado foi proclamado no último dia 16/05 na abertura do Congresso anual da entidade, na Universidade Federal de Goiânia.

A tese tem como título “Relações públicas, ciência e opinião: lógicas de influência na produção de (in)certezas”. A pesquisa empreendida teve o propósito de ampliar a compreensão sobre a complexa campanha de relações públicas voltada para a criação de dúvidas acerca do aquecimento global antropogênico. A partir de uma abordagem na vertente das relações públicas críticas e dos estudos de opinião pública, Silva analisou as lógicas que configuram essas práticas de influência centradas na manufatura de incertezas, desvelando como buscam interferir nos rumos de controvérsias científicas e no processo coletivo de produção de conhecimento por meio de estratégias concebidas para evitar a formação de consensos e a movimentação de públicos.

Daniel Silva, que é membro do Grupo de Pesquisa em Comunicação, Mobilização Social e Opinião Pública – Mobiliza,  já recebeu o mesmo prêmio em 2014 pela sua dissertação, também realizada no PPGCOM/UFMG. Duas outras participantes do grupo também já foram agraciadas: Laura Nayara Pimenta (vencedora por sua Dissertação de Mestrado no PPGCOM/UFMG, também sob orientação do Prof. Márcio Simeone) e Fábia Pereira Lima, docente do Departamento de Comunicação Social/UFMG (Menção honrosa por sua Tese de Doutorado na ECA/USP, sob orientação da Profa. Margarida Kunsch), ambas na edição de 2015.