Skip links

Teses e Dissertações

 

TESES DE DOUTORADO
Otacilio de Oliveira Junior. Entre a luta, a voz e a palavra: partilhas de sentido em torno de um sarau de periferia. 2016. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado. Disponível em < http://www.academia.edu/33119731/Entre_a_luta_a_voz_e_a_palavra_partilhas_de_sentido_em_torno_de_um_sarau_de_periferia>

Isabela Saraiva de Queiroz. Normas de Gênero e Uso de Drogas: normalização e diferença na experiência de mulheres.. 2015. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Frederico Alves Costa. A dimensão do político na Psicologia Social no Brasil (1986-2011): uma análise da produção científica a partir da Teoria Democrática Radical e Plural. 2014. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado. Disponível em <http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUOS-9R2HM9>

Frederico Viana Machado. Do Estatal à Política: uma análise psicopolítica das relações entre o estado e os movimentos de juventudes e LGBT no Brasil (2003-2010). 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado. Disponível em <http://www.academia.edu/3088361/Do_Estatal_%C3%A0_Pol%C3%ADtica_uma_an%C3%A1lise_psicopol%C3%ADtica_das_rela%C3%A7%C3%B5es_entre_o_Estado_e_os_movimentos_de_juventudes_e_LGBT_no_Brasil_2003-2010_>

Andrea Moreira Lima. Política sexual: entre o universal e o particular, os direitos humanos LGBT em Belo Horizonte e Lisboa. 2013. Tese (Doutorado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado. Disponível em < http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUOS-9UQP46>

Marco Antonio Torres. A Emergência de Professoras Travestis e Transexuais na Escola: heteronormatividade e direitos nas figurações sociais contemporâneas. 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado. Disponível em < http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUOS-99GHDH>

DISSERTAÇÕES DE MESTRADO
Gabriela Lamounier. Gêneros Encarcerados:uma análise da política de alas LGBT no sistema carcerário de minas gerais. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado. Disponível em < http://www.bibliotecadigital.ufmg.br/dspace/handle/1843/BUBD-AYVHBJ>

Claudio Magno. Trangeneridades queer e críticas ao binarismo de gênero. 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Juliana Diniz. Homofobia e Escola Básica. 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Nicole Gonçalves da Costa. Do disque denúncia ao call center: os limites do disque 100 para realização de denúncias contra população LGBT. 2016. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Igor Ramon Lopes Monteiro. A exclusão democrática de travestis e transexuais na gestão educacional: um estudo entre as relações de gênero, sexualidade e hierarquias. 2015. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Anne Rafaele Telmira. A atenção básica à saúde no truque: o encontro das travestis e das agentes comunitárias de saúde do bairro Rio Branco em Belo Horizonte. 2015. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Rafaela Vasconcelos. Homens com T maiúsculo. Processos de identificação e construção do corpo nas transmasculinidades e a transversalidade da internet. 2014. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Cassia Reis Donato. Hip Hop e feminismo negro nos processos de participação de jovens negras. 2012. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Leonel Cardoso dos Santos. Gradientes Hierárquicos na Balada: etnografia, corpos e sociabilidades nas boates GLS de Belo Horizonte. 2012. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Otacilío de Oliveira Junior. Migração Juvenil: um estudo sobre a trajetória de jovens rurais. 2011. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Daniel Arruda Martins. Os paradoxos da experiência do “armário” entre jovens gays e lésbicas: um estudo psicossocial. 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Leonardo Tolentino. Homofobia e Educação. 2010. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Frederico Alves Costas. Democratização Social e Pluralidade dos Sujeitos Político: uma leitura a partir da Teoria Democrática Radical e Plural. 2009. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Manuela de Sousa Magalhães. Trajetórias em Movimentos: a construção da identidade política na organização das mulheres trabalhadoras rurais em Minas Gerais. 2008. Dissertação (Mestrado em Pos Graduação em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Silvia Adriana Silva. Processos identitários dos(as) alunos(as) do Programa Ações Afirmativas. 2008. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Letícia Cardoso Barreto. Prostituição, Gênero e Sexualidade: hierarquias sociais e enfrentamentos no contexto de Belo Horizonte. 2008. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Frederico Viana Machado. Muito Além do Arco-Íris: A Constituição da Identidade Coletiva entre o Estado e a Sociedade Civil. 2007. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Critstiano Santos Rodrigues. As Fronteiras entre Raça e Gênero na Cena Pública Brasileira: Um Estudo da Constituição da Identidade Coletiva do Movimento de Mulheres Negras. 2006. Dissertação (Mestrado em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Ricardo Santos Rodrigues. Identidade Negra e Candomblé a partir de discursos de lideranças religiosas em Belo Horizonte. 2006. Dissertação (Mestrado em Pos Graduação em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Marco Antonio Torres. Os significados da homossexualidade no discurso da Igreja Católica pós-concílio Vaticano II: padres homossexuais, tolerância e formação hegemônica católica.. 2005. Dissertação (Mestrado em Pos Graduação em Psicologia) – Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Sergio Mascoli. A construçao dos significados da gravidez na formação identitária da mulher soropositiva. 2003. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Psicologia) – Universidade São Marcos, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Márcia Maria Tiengo. Mulher e Carreira Profissional: implicações na constituição identitária e nas relações doméstica sob a perspectiva de gênero. 2003. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Psicologia) – Universidade São Marcos, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Elisabeth Morales Brambila Santos. O Psicólogo no Serviço Público de Saúde do Município de São Paulo: aspectos identitários, políticos e históricos. 2002. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Psicologia) – Universidade São Marcos, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.

Ana Celina Gonçalves Oliveira. Os significados da ação voluntária: alguns elementos da formação identitária em diferentes práticas de voluntariado.. 2001. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Psicologia) – Universidade São Marcos, . Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.