Pesquisadoras do GRIS participam do III Encontro da Rede Interinstitucional de Acontecimentos e Figuras Públicas

O III Encontro da Rede Interinstitucional de Acontecimentos e Figuras Públicas, que reúne pesquisadores do tema, vai ser realizado nos dias 14 e 15 de outubro de 2021 e está sendo organizado pelo GIRO – Grupo de Pesquisa em Mídia e Interações Sociais, da UFOP. O tema desta edição é “Celebridades, Política e Engajamento Público” e as inscrições podem ser realizadas através deste link. O evento é gratuito.

As pesquisadoras do GRIS Vera França, Chloé Leurquin, Paula Simões, Terezinha Silva e Fernanda Medeiros vão apresentar trabalhos no evento. O GRIS sediou os dois primeiros encontros da Rede, realizados em 2018 e 2019 na Fafich, e faz parte do grupo fundador.

Confira a programação do encontro:

14 DE OUTUBRO

9h00 – 9h30: Abertura do evento

9h30 – 11h30: Celebridades e posicionamento público:

Título: “Eu precisava ter muita consciência do meu papel, e não tive”: a isenção dos célebres e a cobrança pública em meio à crise político-sanitária de Covid-19
Autores: Denise Prado (UFOP), Frederico Tavares (UFOP) e Rayza Sarmento (UFV)

Título: Felipe Neto: mudanças discursivas
Autoras: Vera V. França (UFMG) e Chloé Leurquin (UFMG)

Título: Saúde Mascarada: tensionamentos e apropriações do personagem Zé Gotinha durante a pandemia brasileira
Autor: Renné Oliveira França (IFG)

14h – 16h: Celebridades e representações midiáticas:

Título: Narrativas midiáticas da uberização do trabalho: a emergência de Galo, entregador antifascista
Autores: Marcio Serelle e Ércio Sena (PUC Minas)

Título: Fotografia de bandidos e o enquadramento do crime. A celebridade do criminoso no contexto da grande cidade. São Paulo, 1958.
Autora: Ivânia Valim (Unicamp)

Título: Três ideias sobre a política da morte e uma figura pública
Autores: Pedro Pinto de Oliveira (UFMT) e Rodrigo Daniel Levoti Portari (UEMG)

15 DE OUTUBRO

9h – 11h: Figuras políticas e pandemia:

Título: A linguagem fascista e a constituição da imagem pública: uma análise de Jair Bolsonaro
Autoras: Paula Guimarães Simões (UFMG) e Terezinha Silva (UFSC)

Título: Entre comunicação pública e promoção política: interações de Emmanuel Macron e youtubers na gestão da pandemia da Covid-19
Autoras: Paula de Souza Paes (UFPB) e Lorreine Petters (Institut de la Communication et des Médias – ICM)

Título: Uma celebridade política em construção: um olhar sobre Renan Bolsonaro
Autor: João Kamradt (UFSC)

14h – 16h: Engajamento e atuações públicas nas redes sociais digitais:

Título: Enquadramentos da self-presentation no Instagram de mulheres vaqueiras
Autores: Ricardo Duarte (UFV) e Lívia Barroso (Unifesspa)

Título: A evangelização algorítmica e os influenciadores digitais da fé
Autora: Fernanda Medeiros (PUC-MG)

Título: Sharenting e engajamento nos perfis de celebridade: o caso da bebê Maria Alice.
Autoras: Renata Tomaz (UFF) e Lara Barsi (UFF)

16h30: Reunião de planejamento da Rede

Programação do III Encontro da Rede Interinstitucional

Live com a professora Vera França integra as comemorações de 20 anos do GT Epistemologia da Comunicação da Compós

Na próxima quarta-feira, dia 15 de setembro, às 19h, a professora Vera França participará de uma live em comemoração aos 20 anos do GT Epistemologia da Comunicação da Compós, a Associação Nacional dos Programas de Pós-graduação em Comunicação. A

live está sendo organizada pelo grupo de pesquisa Campo Comunicacional  do PPGCOM da PUC-MG, e estará disponível no canal do grupo no YouTube.

Integrante do Gris defende tese sobre discursos de mortes violentas na Folha de São Paulo

No dia 20 de agosto de 2021, Lucas Afonso Sepulveda, integrante do Gris, defendeu sua tese de doutorado no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da UFMG, intitulada “Mecânicas da inteligibilidade: vida, morte e violência cotidiana na Folha de S. Paulo”. O trabalho foi orientado pela professora Paula Guimarães Simões.

A banca foi composta pelos professores Mariana Fisher (UFPE), Márcio Serelle (PUC – MG), Laura Guimarães (UFMG) e Ângela Marques (UFMG).

A tese é uma investigação sobre discursos de mortes violentas na Folha de S. Paulo e como eles produzem desiguais valores e condições de reconhecimento e luto para corpos diferentes. A matriz teórica da tese parte do pensamento sobre ética e política em Judith Butler.

Professora da Universidade da Califórnia discute dimensões das relações raciais brasileiras

A professora Patricia Pinho, da Universidade da Califórnia, Santa Cruz, discutirá dimensões das relações raciais brasileiras na palestra “A casa grande surta quando a senzala aprende a ler: resistência antiracista e o desvendamento da branquitude injuriada no Brasil”, no dia 24 de agosto, a partir das 18h. A palestra será transmitida pelo canal do PPGCOM UFMG no YouTube, acessível por este link.

Doutora em Ciências Sociais pela Unicamp, Patrícia é autora de Mapping diaspora: African-American roots tourism in Bahia (2018) e Mama Africa: reinventing blackness in Bahia. Para mais informações sobre a professora, acesse sua página no site da Universidade da Califórnia, Santa Cruz.

A palestra será em português e ficará disponível para posterior visualização no canal do PPGCOM/UFMG.

Coordenadora do Gris se apresenta na XXX Compós

No dia 28 de julho, a coordenadora do Gris, Paula Guimarães Simões, se apresentou no trigésimo encontro anual da Compós. O evento, que ocorreu de 27 a 29 de julho, foi organizado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) na modalidade online.

A pesquisadora marcou presença no GT Comunicação e Sociabilidade, onde apresentou o artigo “Política de celebridades no Brasil contemporâneo”. O artigo visa analisar o papel desempenhado por celebridades brasileiras no movimento #EleNão.

Gris marca presença no XI Propesq PP

No dia 18 de junho, a  doutoranda Dalila Musa Belmiro, integrante do Gris, participou do XI Propesq PP – Encontro Nacional de Pesquisadores em Publicidade. O evento, ocorrido nos dias 16, 17 e 18 deste mês, se deu na modalidade online e reuniu diversos pesquisadores das temáticas da publicidade, propaganda e consumo do país.

Dalila fez parte do GT5 – Publicidade, tendências de mercado e consumo, onde apresentou o artigo  “Marcas vigorando: a circulação de valores na ação ‘Open Banking’ do Santander com Gil do Vigor”. O artigo busca analisar os valores que constroem a figura de Gilberto, semifinalista do reality show Big Brother Brasil 21, a partir da análise de acontecimentos que tiveram grande poder de afetação, e como esses valores aparecem na ação publicitária “Open Banking” do banco Santander.

O Gris nas lives

Pesquisadoras compartilhando conhecimentos

As transmissões ao vivo sem dúvida são um dos maiores fenômenos de comunicação nessa pandemia. Do lazer ao trabalho, da educação à terapia, as lives inundam as redes sociais e o transformado cotidiano da quarentena.

A ciência e o mundo acadêmico, é claro, não são exceção:  despontaram iniciativas diversas de compartilhar conhecimentos, leituras sobre o momento e práticas de enfrentamento aos problemas gerados pela pandemia.

E o Gris não ficou de fora dessa. Recentemente, tanto a coordenadora do Laboratório de Análise de Acontecimentos (GrisLab), professora Vera França, quanto a pesquisadora do grupo e doutoranda em Comunicação (PPG-COM/UFMG), Cecília Bizerra Sousa, participaram de lives como convidadas, dialogando saberes e compartilhando um pouco de sua experiência e de nossos estudos e projetos.

Continue lendo “O Gris nas lives”